Pesquisar este blog

Seguidores

segunda-feira, 5 de maio de 2008

ELIS...

Elis,
Estrela que reluz feliz,
Na imensidão azul da eternidade,
Terna, saudade!
Abrem-se as cortinas do teatro,
No centro do palco uma luz,
Brilha intensamente, invade os sonhos,
Ilumina os nossos corações...
Notas sobre notas vão surgindo,
E se transformado em canções,
Emoções no peito explodindo,
Transbordando de recordações...
Da voz cristalina,
Riso de menina,
Sem medo de ser feliz,
Foi assim Elis,
E assim será,
Sua luz pra sempre vai brilhar...
Entre querubins,
Arcanjos, Serafins,
N'um coral celestial...
Estará Elis,
Cantando feliz,
Para sempre imortal...
Obra de Gutemberg Landi, todos os direitos reservado ao autor.

Jusbrasil Newsletter. Noticias da Justiça Brasileira.

Desacatar funcionário público no exercício da função ou em razão dela continua a ser crime, conforme previsto no art. 331 do Código Pen...