segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Guardei-te num Verso!


Sirlei Passolongo

Guardei-te num verso de saudade.
Era pra ser por pouco tempo...
Talvez um quarto de lua,
talvez uma noite de inverno.

Guardei-te com tantas minúcias
embrulhado em beijos de amor
com o cheiro de toda volúpia
que exalava de ti...

E o verso agora se estende,
não sei se poema ou fragmento
duma’lma pálida
feito entardecer sem sol poente...

E o verso turva meus olhos.
Era pra ser por pouco tempo...
Mas as lágrimas não foram embora.

(Sirlei L. Passolongo)

EXTRA! EXTRA! R$ 6 Milhões p/cada Deputado pela Reforma da Previdência!

Enquanto falta dinheiro para a SAÚDE, A EDUCAÇÃO, HABITAÇÃO, SANEAMENTO BÁSICO EM VÁRIOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS, para o pagamento dos ...