Pesquisar este blog

Seguidores

domingo, 1 de março de 2009

Flores e Risos

Nessa saudade,
Suada,
Cidade fantasma...
Acendo a lareira,
E te espero pro jantar...
A madrugada se repete,
Tragando a noite,
Vento frio dobra, as arvores velhas,
Do meu lugar...
Ah! Que vontade,
Nos ver novamente sorrindo,
Sentindo o perfume das flores ao luar...
Na madrugada,
Vento brando sem açoite,
Poesia cristalina é seu riso,
Que bom voltar...
Reencontrar nossos dias,
Por entre flores e riso,
E não ser preciso mais chorar,
Nadar contra a correnteza,
Ver afogar a tristeza,
Num segundo,
Pra depois voltar...

Gutemberg Landi.

Jusbrasil Newsletter. Noticias da Justiça Brasileira.

Desacatar funcionário público no exercício da função ou em razão dela continua a ser crime, conforme previsto no art. 331 do Código Pen...