Pesquisar este blog

Seguidores

quinta-feira, 19 de maio de 2016

SEMASDH/B.ROXO/RJ, É AGRACIADA COM MEDALHA ALFERES TIRADENTES!



 POR BONS SERVIÇOS SOCIAIS PRESTADOS AO MUNICÍPIO!

Mais uma vez a eficiente Equipe da Secretaria Municipal de Ação Social e Diretos Humanos – SEMASDH De Belford Roxo, RJ, tendo a frente a Secretária Sula Do Carmo, é digna e merecedora de felicitações e aplausos, pela conquista e recebimento honroso da Medalha Alferes Tiradentes. Concedida pelo Instituto Tiradentes, que tem sede em Viçosa (MG) realizou nos dias 19 e 20 de maio 2016 o 101º Seminário Brasileiro de Prefeitos, Vereadores, Procuradores Jurídicos, Controladores Internos, Secretários e Assessores Municipais, edição Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro.


De acordo com o Instituto, a “Medalha Tiradentes” é conferida apenas mediante criteriosa seleção de Secretários com aprovação na enquete e que possuam ilibada reputação ético-moral e significativos trabalhos prestados à comunidade, que buscam soluções e que tenham em seus objetivos o atendimento e promoção do bem estar das pessoas, estabelecendo diretrizes de Política Social para o munícipe.
A Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, destacou-se por seus relevantes serviços em prol da população de Belford Roxo, através da execução de projetos, em parceria com a FUNBEL, e suas Buscas Ativas desde o ano 2013 na descentralização de informações junto a população local e referenciamento junto aos equipamentos sociais (CRAS/CREAS). Através das Buscas Ativas nas Comunidades e o Projeto CRAS Itinerante em parceria com Instituições Religiosas e Escolas, foram realizados em cada bairro e sub-bairro do município de Belford Roxo 43.680
atendimentos a população, sendo: Ano 2013 = 11.281 – Ano 2014: 12.665 e Ano 2015: 19.734.A Secretária Sulamita do Carmo da Silva, Subsecretárias Cristina Marques, Elaine Medeiros, Sheila Boechat, a Presidente da FUNBEL Ana Cristina Lopes e toda equipe, agradeceram o reconhecimento.

Jusbrasil Newsletter. Noticias da Justiça Brasileira.

Desacatar funcionário público no exercício da função ou em razão dela continua a ser crime, conforme previsto no art. 331 do Código Pen...